top of page

Jaqueline Pacheco – Diretoria Saúde

– Como você se define como pessoa (alegre, introspectivo, perseverante, teimoso, maleável ou qual característica)? 


Alegre, de bem com a vida, repleta de gratidão e entusiasmo para atravessar qualquer obstáculo. Gosto do novo e sou motivada por desafios!

– O que gosta de fazer no tempo livre? Tem algum hobby?

Em meu tempo livre gosto de retribuir um pouco do que a vida me dá exercendo trabalho fraterno em um Centro Espírita. Faço isso há anos e quero sempre mais! Amo uma boa leitura no aconchego do meu lar, sempre bem acompanhada da minha cuia de chimarrão. Também vou para academia, sempre acompanhada de meus filhos adolescentes, momento em que aproveito para curtir os gêmeos e matá-los de vergonha! (risos) 

– Gosta mais de filmes, música ou leitura? Se tiver alguma preferência por algum deles, ou por todos, pode nos dar dicas. 

Filmes, séries e leitura são meu ponto fraco. Amo!

– Na gastronomia você se define mais como uma apreciadora, chef ou ambos? Tem algum sabor inesquecível. Por quê? Que dica pode dar (receita) para o público?

Sou uma grande apreciadora. Não tenho nenhuma habilidade na cozinha, mas sei saborear bons pratos como ninguém!

– O que te traz bem-estar emocional?

Meditação, meu trabalho semanal no Centro Espírita e desfrutar momentos em família e amigos. 

– A saúde física é outro atributo importante para a qualidade de vida. Tem alguma dica ou rotina que goste de seguir durante o dia? 

Sim, cuido da minha saúde mental com uma boa meditação. No final do dia faço minha rotina de exercícios, além de cuidar da alimentação (apesar de amar uma comilança). 

– O que mais te atrai em sua profissão? O que mais te marcou nesses tempos de trabalho?

Tenho paixão pelo meu trabalho. O que mais me atrai são as pessoas e gosto demais do envolvimento que meu trabalho nos proporciona com diferentes perfis. O dinamismo e conhecimento que essa interação nos proporciona é fantástico! O que me marcou foi a pandemia, algo que não imaginava passar um dia. Ver a resiliência e foco das pessoas em superar uma fase tão nebulosa me deixou muito satisfeita com o perfil dos seres humanos que me rodeiam. Foi sem sombra de dúvidas um ponto positivo em meio ao caos!

– Cite uma viagem marcante. Alguma cidade para indicar?

Todas as viagens que faço com meus filhos são marcantes e seria injusto citar apenas uma. Os caras são uma fonte inesgotável de aprendizado e me fazem muito bem!

– Qual seria sua palavra para 2023?

Uma só? Gratidão. Chegar até aqui tem sido uma abençoada e desafiante jornada!

Comments


bottom of page